Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de solteira

Cozinha de solteira

 

0.25 L de leite (pode ser magro)
1 colher (sopa) bem cheia de amido de milho
1 a 2 colheres (sopa) rasas de açúcar
Colocar o leite num recipiente para ir ao fogão. Colocar o amido de milho no leite ainda frio e mexer. Adicionar o açúcar (a quantidade pode ser ajustada). Aquecer o leite mexendo sempre. Quando engrossar ao ponto de ficar com um aspecto brilhante, está pronto.

Conhecem a expressão? A Nigella apresentou-me e eu passei a associá-la a comida que não é propriamente saudável, mas como nos conforta, é bom. Eu associo a expressão a comida que nos enche tanto o bandulho que são precisas doses industriais de sangue a ser bombado para o estômago, só para a digestão. Daí o conforto: o sangue que vai para o estômago, sai do cérebro e este desliga-se total ou parcialmente, dependendo do tamanho do prato.


 


Para mim, o clafoutis é essa refeição. Aproveito fruta madura (que já não comeria crua) e como uma travessa. Faço-o no micro-ondas em 10/15 minutos porque não o como pelo seu valor nutricional. O esforço é mínimo porque corto imensos passos da receita original. 


 


Senhores e senhoras, apresento-vos o Clafoutis:


 



 


Clafoutis de Maçã


 

 



 


 


 


 


 


Descobri o Clafoutis de Pêra da Laranjinha. E asseguro-vos que é divinal.


 


Todavia, recomendo reduzir a quantidade de açúcar para metade e levar ao forno forte (cerca de 200º) pelo menos 30 minutos.


 


A próxima experiência passará por utilizar maçã. É que esta receita é excelente para gastar fruta mais madura.


 


 



 


Clafoutis de Maçã (foto aditada em 12/12/2010)