Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cozinha de solteira

Cozinha de solteira


 


Cá em casa é uma das receitas mais utilizadas para aproveitar pão seco. O que não é tão comum é congelar para depois utilizar. Tenho-o feito em frascos, deixando sempre espaço no frasco para expansão do líquido. 


 


A inspiração vem do livrinho "100 maneiras de fazer doces económicos", de Rosa Maria, Livraria Civilização. A receita original tinha tem o mesmo peso de açúcar e pão o que me pareceu excessivo. Sempre reduzi para metade o açúcar. Neste momento, substituo o açúcar por adoçante ou mel.


 


 


Pudim de pão




100 gr pão seco moído


1 dl leite


1 ovo


Canela q.b.


açúcar, adoçante ou mel q.b.


vinho do Porto q.b. (facultativo) 


 


Numa picadora desfaça o pão. Adicione o leite, o ovo batido, canela e o elemento adoçante. Amasse um pouco para que todo o pão fique embebido na mistura. Acrescente canela e/ou vinho do Porto, se gostar. Leva-se ao forno numa forma (de preferência com buraco ou de queques) untada com manteiga, em lume médio, até ficar dourado.


 


Para congelar:


Antes de levar ao forno, congele a massa. Depois de descongelada pode ser levada ao forno como indicado na receita.

Quando descobri o blog da Romy, encontrei diversas receitas que me despertaram a curiosidade e algumas delas foram de imediato seleccionadas para futuros testes. 


 


A receita que mais me intrigou foi a de Pão Dukan, feito num minuto no microondas. Adorei e já se tornou uma receita repetida várias vezes. 


 



 


Aparentemente o nome Dukan está associado a uma dieta que não faço nem pretendo fazer. Sobre os perigos associados à Dieta Dukan, ler aqui.

Este blog não faz publicidade. Pelo menos até começar a receber bastante dinheiro por isso. Nessa altura...é cada um por si.


 


Mas reserva-se o direito de fazer recomendações de produtos que goste e que se destaquem entre outros. A mistura para pão de brioche da Nacional é um desses casos.


 


Inspirada pelo pão de deus das Three Fat Ladies, decidi experimentar a mistura para pão de brioche da Nacional (não gostei das misturas que experimentei da marca Continente) e achei absolutamente divinal. Leve e muito saborosa.


 



Fonte: www.nacional.pt


 


Na próxima fornada, sai com chapéuzinho de coco.