Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cozinha de solteira

Cozinha de solteira

Na casa de uma solteira, com uma máquina de fazer pão, sobra sempre pão. Na casa de uma solteira com uma diabética na família, fazem-se rabanadas sem açucar e no forno.


 


 


O pão que sobrou era de farinha integral (daí parecer mais escuro) e já tinha 2 dias embora julgue que ficaria melhor se tivesse deixado secar mais.


 


Preparei o tabuleiro do forno com uma folha de papel vegetal que untei com óleo em spray. Liguei o forno. 


 


Num tacho suficientemente grande para poder colocar as fatias de pão e as poder virar, aqueci ligeiramente: leite, adoçante, canela e cascas de limão (as quantidades dependem da quantidade de pão). 


 


Cortei o pão em fatias e embebi-o no líquido. Passei o pão por um ovo batido e coloquei as fatias no papel vegetal. 


 


Foi ao forno cerca de 10 minutos cada lado, a 180ºC.


 


Entretanto, fiz uma calda com água, adoçante e 2 paus de canela que fervi para engrossar e verti sobre as fatias, já no prato.


 


Uma versão mais saudável de uma sobremesa intemporal.

2 comentários

Comentar post